Fazer sexo oral no casamento é pecado?

Comentarios
A Bíblia não diz nada sobre fazer sexo oral no casamento, nem a favor nem contra. Essa é uma decisão que marido e mulher devem tomar em conjunto, de acordo com sua consciência (Romanos 14:22). O casal pode usar alguns princípios bíblicos para orientar sua decisão:

1. Amor, respeito e consentimento mútuo

O plano de Deus para o casamento é para cada um se preocupar em cuidar do outro (Efésios 5:33). No bom casamento não há lugar para o egoísmo. O ato sexual é uma coisa muita íntima, que precisa de amor e respeito mútuo para não levar a abusos.
A Bíblia diz que o corpo da mulher pertence ao marido e o corpo do marido pertence à mulher. Isso significa que cada um tem a responsabilidade de cuidar do outro (1 Coríntios 7:4). Se um não se sente confortável com o sexo oral, o outro não tem direito nenhum de obrigar a fazer (obrigar inclui chantagem emocional). Também não tem o direito de procurar satisfação de seus desejos em outro lugar (Malaquias 2:15).
Quando os dois têm opiniões diferentes sobre o sexo oral (ou qualquer outra coisa), devem conversar e tentar entender o ponto de vista do outro. Tentem chegar a um acordo. A pessoa que não quer fazer deve pensar em até onde está disposta a ir no momento e aquele que quer ir mais longe deve pensar em como pode criar um ambiente de segurança e respeito.

2. A origem do desejo (ou falta dele)

A Bíblia permite prazer e carícias no relacionamento sexual. É natural querer experimentar coisas novas. Mas para algumas pessoas atos como o sexo oral podem ser prejudiciais.
Em alguns casos, o sexo oral pode despertar memórias doloridas de abuso. Nessas situações, o melhor é não fazer, por amor à saúde emocional do cônjuge.
A obsessão por sexo oral também poderá ser sinal que algo está errado.Vícios e vontades desenfreadas normalmente são sinal de problemas que precisam ser resolvidos (1 Tessalonicenses 4:4-5). Satisfazer essas vontades descontroladas não vai ajudar.

3. Saúde

O sexo oral sem cuidado pode levar a doenças incuráveis. A Bíblia diz que, no casamento, cada um deve se preocupar com a saúde do outro (Efésios 5:28-29). É errado fazer algo que vai machucar seu cônjuge. Por isso, o casal deve refletir sobre como ser higiênico nas suas relações.

4. Consciência

A consciência do crente é guiada pelo Espírito Santo. Se um dos dois sente convicção que é errado, então é melhor parar de fazer sexo oral. Orem e peçam sabedoria a Deus para saberem o que é melhor para seu relacionamento (Tiago 1:5).

últimos estudos postados

A Parábola da Dracma Perdida (Lucas 15:8-10)

A Parábola da Dracma Perdida é uma parábola contada por Jesus registrada no Evangelho de (Lucas  5:8-10). Neste estudo bíblico, veremo...