PARÁBOLAS DE JESUS #1 O SAL Lucas 14:34—35

Comentarios


o Sal




Este Material é parte de uma série. No final desse estudo você irá encontrar links para outras parábolas disponíveis no blog.



I. Textos Bíblicos


· Mateus 5:13 – “Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens”.


· Marcos 9:50 – “Bom é o sal; mas, se o sal vier a tornar-se insípido, como lhe restaurar o sabor? Tende sal em vós mesmos e paz uns com os outros”.


· Lucas 14:34—35 - O sal é certamente bom; caso, porém, se torne insípido, como restaurar-lhe o sabor? Nem presta para a terra, nem mesmo para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”.


· No Antigo Testamento o sal era usado para confirmar alianças – ver


· Levíticos 2:13 – “Toda oferta dos teus manjares temperarás com sal; à tua oferta de manjares não deixarás faltar o sal da aliança do teu Deus; em todas as tuas ofertas aplicarás sal”.


· 2 Crônicas 13:5 – “Não vos convém saber que o SENHOR, Deus de Israel, deu para sempre a Davi a soberania de Israel, a ele e a seus filhos, por uma aliança de sal?”


A. Funções do Sal.


O sal de cozinha é um composto químico representado por NaCl. Nessa forma ele é um composto estável. O sal serve para:


· Aguçar o sabor dos alimentos.



· Preservar os alimentos.


Mas o sal pode perder o sabor. Para que o sal tenha sua qualidade de salgar, ele precisa de muito vento e de muita luz nos estágios da sua formação. Na falta desses elementos ele poder até ter a aparência, mas não terá seu gosto característico.


B. O Sal nos Dias de Jesus.
Brotava em veios expostos ao sol e à chuva e se misturava com a areia. Por falta de condições ideais o mesmo deteriorava rapidamente.


Podia também ser obtido pela evaporação da água no Mar Morto. O sal produzido no Mar Morto é, na realidade, uma combinação de: Cloreto de Sódio + Cloreto de Potássio + Cloreto de Magnésio.


Era oferecido como parte do pagamento aos mercenários que serviam aos exércitos romanos. É daí que surge nossa expressão “salário”.
C. Jesus Disse que Os Cristãos São o Sal da Terra.


1. Como o Crente Dá Sabor a Essa Vida?


Controlando-se naquilo que fala – ver Efésios 4:29.
Comunicando a Graça de Deus através das palavras – ver Colossenses 4:6.
Vivendo em Paz com seus Próximos e Irmãos – ver Marcos 9:50.
Conclusão:


Como o crente preserva o mundo da completa deterioração?


· Não participando das obras infrutíferas das trevas:


Ø Efésios 5:11 - E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as.


Ø 2 Coríntios 6:14—18 - 14 Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.


· Reprovando as obras das trevas.


· Ensinando a verdade do Evangelho como sendo o “Poder de Deus” –


Romanos 1:16—17 –


“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé”.
OUTRAS PARÁBOLAS DE JESUS PODEM SER ENCONTRADAS NOS LINKS ABAIXO:

últimos estudos postados

A Parábola da Dracma Perdida (Lucas 15:8-10)

A Parábola da Dracma Perdida é uma parábola contada por Jesus registrada no Evangelho de (Lucas  5:8-10). Neste estudo bíblico, veremo...