O que é holocausto na Bíblia?(sacrifício)

Comentarios

Holocausto (sacrifício)

Holocausto, ou oferta queimada, é um sacrifício religioso de animais que é completamente consumido pelo fogo. A palavra deriva do grego clássico holocaustos (ὁλόκαυστος de ὅλος "todo" + καυστός "queimado"), que é usado apenas para uma das principais formas de sacrifício.

Sacrifício judaico


Quando a Bíblia hebraica foi traduzida para o grego, como a Septuaginta, os tradutores usaram o termo grego para traduzir a "oferta queimada" no antigo Israel. Uma "oferta queimada" (em hebraico: עלה, `olah - do verbo "fazer subir", portanto, "queimar") é um tipo de sacrifício bíblico, especificamente o sacrifício de um animal em que todo o sacrifício é completamente queimado, totalmente consumido pelo fogo. O termo "oferta queimada" deriva da tradução da Septuaginta, derivando-se a si mesmo da frase bíblica "uma oferta feita por fogo", que ocorre na descrição (Levítico 1) da oferta. Esta forma de sacrifício, na qual nenhuma carne é deixada para ninguém, era vista como a maior forma de sacrifício e era a forma de sacrifício permitida pelo judaísmo a ser oferecida no Templo pelos judeus  e não-judeus.

Acredita-se que a oferta integral tenha evoluído como uma forma extrema da oferta de abate, em que o valor destinado à divindade aumentou para toda a oferta. Em ofertas de abate, a parcela destinada à divindade era principalmente a gordura, a parte que podia ser mais facilmente queimada (gordura é bastante combustível).

Referências

 Deuteronômio 12:31
 Levítico 18:21
 Levítico 20:2


Um holocausto era um sacrifício totalmente queimado para Deus. O animal era morto e seu sangue era derramado sobre o altar onde a carcassa era queimada (Êxodo 29:16-18). O holocausto servia como pagamento pelo pecado.

Muito antes de Moisés receber a Lei de Deus, já era prática oferecer holocaustos a Deus. O holocausto era um animal sem defeito (boi, carneiro, bode ou pomba), que servia como substituto, levando o pecado da pessoa que o oferecia (Levítico 1:3-4).

Os israelitas deveriam oferecer holocaustos individualmente e como nação. Todos os dias holocaustos eram oferecidos a Deus pelo pecado do povo. Havia também datas e situações especiais em que as pessoas deveriam dar um holocausto a Deus. Era necessário oferecer holocaustos regularmente porque as pessoas voltavam a pecar e precisavam de novo do perdão de Deus.

Veja aqui: o que é a propiciação e expiação dos pecados?


Qual era o significado do holocausto?


O holocausto era uma forma receber perdão de Deus pelos pecados. Deus é justo, por isso o pecado precisa ser punido. O castigo pelo pecado é a morte e a separação eterna de Deus. Mas Deus nos ama e quer ter um relacionamento conosco. Por isso, Ele permitiu o sacrifício da morte de um substituto inocente e sem defeito, em lugar do pecador (Levítico 17:11).

O holocausto apenas tinha valor se a pessoa se arrependesse do pecado. O holocausto mostrava que a pessoa entendia as consequências do pecado mas queria mudar de vida. O fogo consumia completamente o holocausto, assim como o castigo de Deus consome o pecado. O sangue derramado do animal representava a morte da pessoa que tinha cometido pecado.

O holocausto não servia para “alimentar” Deus. Ele não precisa de sacrifícios para comer (Salmos 50:12-15). O holocausto servia para salvar as pessoas do pecado, não para o benefício de Deus.


O holocausto e Jesus


O sacrifício de animais não podia apagar completamente o pecado. Sempre que a pessoa cometia outro pecado, precisava fazer novo holocausto. Mas quando Jesus morreu na cruz em nosso lugar, ele fez o sacrifício perfeito e definitivo (Hebreus 10:10-12). Jesus substituiu todos os holocaustos.

Veja também: por que Jesus é chamado o Cordeiro de Deus?

O holocausto apontava para Jesus, que iria levar todos os nossos pecados, derramando seu sangue na cruz. O sacrifício de Jesus faz o que os holocaustos não podiam fazer: ele muda nossos corações.

últimos estudos postados

A Parábola da Dracma Perdida (Lucas 15:8-10)

A Parábola da Dracma Perdida é uma parábola contada por Jesus registrada no Evangelho de (Lucas  5:8-10). Neste estudo bíblico, veremo...